quarta-feira, 18 de julho de 2018

1º Festival de Inverno do Circuito das Malhas Outlet de Socorro - S.P.


O evento acontece até o 29 de Julho de 2018, sempre aos sábados e domingos, das 10:00hs às 20:00hs com entrada gratuita.

No evento haverá Exposição de Artesanato e Artes Plásticas, onde traz diversas obras, feitas pelos artesãos e artistas da estância paulista; shows e gastronomia diversificada e outras atrações.

Um grupo de 11 artistas participam do evento e você pode adquirir as peças.

Você vai encontrar um ambiente super familiar e de muita interação na praça de alimentação. Os Foods trucks trazem pratos diversificados e de qualidade e prometem proporcionar uma verdadeira “explosão de sabores”

Um show por dia, completa a animação do festival. Logo no sábado (21), quem se apresenta, a partir das 18:00hs, é Beto Balanço. Já o cantor Tapuã, anima o público a partir das 17:00hs do domingo (22).

Para o sábado (28), a atração musical das 18:00hs é Rafael Pompeu. O vocalista da banda Rockstrada mostra seu trabalho. Para fechar a programação musical do evento no domingo (29), quem estará no palco é Didi Leme. O show tem início às 17:00hs.

O público que for ao Circuito das Malhas Outlet, vai encontrar as lojas abertas em plena liquidação de inverno.

O centro de compras foi inaugurado em fevereiro de 2017, em Socorro – S.P., uma das estâncias hidrominerais mais visitadas no Interior do Estado de São Paulo e que recentemente ganhou o prêmio de melhor destino em turismo acessível.

Com o conceito inovador, o complexo trata com seriedade seu objetivo de ser um dos melhores e mais completos centros de compras do Circuito das Águas Paulista.

Construído em uma área de 15 mil metros quadrados, o Circuito das Malhas Outlet tem 50 lojas em funcionamento, que oferecem produtos diretamente dos fabricantes.

Roupas masculinas, femininas e infantis, moda country, bolsas e acessórios, calçados, restaurante, choperia, cafeteria, doces caseiros, sorveteria, empório e posto de gasolina com loja de conveniência fazem parte do complexo.

Diferenciais como estacionamento gratuito, segurança, sanitários, fraldário, sistema de wi-fi, boulevart com paisagismo e área coberta, fizeram do Circuito das Malhas Outlet o mais novo ponto de encontro da região e referência em eventos. A infraestrutura, qualidade de produtos e serviços e localização conquistaram a preferência de clientes e turistas.

Então aproveite e faça um passeio super gostoso com sua família!

O evento acontece até o 29 de Julho de 2018, sempre aos sábados e domingos, das 10:00hs às 20:00hs com entrada gratuita.

No evento haverá Exposição de Artesanato e Artes Plásticas, onde traz diversas obras, feitas pelos artesãos e artistas da estância paulista; shows e gastronomia diversificada e outras atrações.

Um grupo de 11 artistas participam do evento e você pode adquirir as peças.

Você vai encontrar um ambiente super familiar e de muita interação na praça de alimentação. Os Foods trucks trazem pratos diversificados e de qualidade e prometem proporcionar uma verdadeira “explosão de sabores”

Um show por dia, completa a animação do festival. Logo no sábado (21), quem se apresenta, a partir das 18:00hs, é Beto Balanço. Já o cantor Tapuã, anima o público a partir das 17:00hs do domingo (22).

Para o sábado (28), a atração musical das 18:00hs é Rafael Pompeu. O vocalista da banda Rockstrada mostra seu trabalho. Para fechar a programação musical do evento no domingo (29), quem estará no palco é Didi Leme. O show tem início às 17:00hs.

O público que for ao Circuito das Malhas Outlet, vai encontrar as lojas abertas em plena liquidação de inverno.

O centro de compras foi inaugurado em fevereiro de 2017, em Socorro – S.P., uma das estâncias hidrominerais mais visitadas no Interior do Estado de São Paulo e que recentemente ganhou o prêmio de melhor destino em turismo acessível.

Com o conceito inovador, o complexo trata com seriedade seu objetivo de ser um dos melhores e mais completos centros de compras do Circuito das Águas Paulista.

Construído em uma área de 15 mil metros quadrados, o Circuito das Malhas Outlet tem 50 lojas em funcionamento, que oferecem produtos diretamente dos fabricantes.

Roupas masculinas, femininas e infantis, moda country, bolsas e acessórios, calçados, restaurante, choperia, cafeteria, doces caseiros, sorveteria, empório e posto de gasolina com loja de conveniência fazem parte do complexo.

Diferenciais como estacionamento gratuito, segurança, sanitários, fraldário, sistema de wi-fi, boulevart com paisagismo e área coberta, fizeram do Circuito das Malhas Outlet o mais novo ponto de encontro da região e referência em eventos. A infraestrutura, qualidade de produtos e serviços e localização conquistaram a preferência de clientes e turistas.

Então aproveite e faça um passeio super gostoso com sua família!

1º Festival de Inverno Circuito das Malhas Outlet

Local – Circuito das Malhas Outlet
Endereço – Rodovia Capitão Barduíno (Socorro-Bragança Paulista), 2250, próximo ao portal, Bairro Nogueiras, Socorro-SP
Dias – 14 a 29 de Julho de 2018.
Sábado e domingo Das 10:00hs às 20:00hs
Entrada – Gratuita

Programação de shows

Sábado – 21 de Julho
18:00hs – Beto Balanço

Domingo – 22 de Julho
17:00hs – Tapuã

Sábado – 28 de Julho
18:00hs – Rafael Pompeu

Domingo – 29 de Julho
17:00hs – Didi Leme

Programação Cultural

Sábados, 21 e 28 de Julho
Domingos, 22 e 29 de Julho
Feira de Artesanato e Artes Plásticas de Socorro
Realização – Circuito das Malhas Outlet  





Cantor Rafael Pompeu

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Doando esperança



Quando falamos em doação, normalmente a primeira coisa que nos vem à cabeça são alimentos, vestuário, sapatos e outras coisas materiais.
Geralmente não nos lembramos, num primeiro momento, que existem coisas muito além do quesito material.
Nos esquecemos que podemos e devemos doar amor, atenção, tempo, solidariedade...
Que são ações que possuem um grande valor e dinheiro nenhum compra ou paga.
Mas existe também um tipo de doação que expressa e mostra todo o amor, respeito e gratidão que podemos ter pela vida... E o melhor, pela vida de nosso semelhante.

Estou falando da doação de órgãos!

Um ato de amor em que deixamos nosso desejo de poder ajudar outras pessoas após nossa partida para outro plano (e que dependendo da situação, pode ser realizada ainda em vida, como no caso da doação de Rim, Medula Óssea, Pâncreas, Fígado e Pulmão - estes três últimos sendo uma doação parcial do órgão).
Não há amor maior do que ajudar uma pessoa, dando a ela uma nova chance, esperança, uma nova oportunidade de vida, sendo que a nossa já foi usufruída e nossos órgãos viverão dentro de um novo corpo e levarão muita gratidão e lembranças para os que ficam.

E falando de doação de uma maneira geral, resolvi escrever e homenagear uma pessoa muito especial e querida, um Ser Humano que é um exemplo para todos nós!
Me refiro a Kely Nascimento, que é atriz, produtora e autora.
Ela também é viúva do ator Northon Nascimento e sua vida mudou completamente quando Northon recebe um transplante de coração em Dezembro de 2003.
Com esse acontecimento, nasce o Instituto Renascimento, do qual ela é diretora e onde através da arte, leva esperança, conscientização e informações importantes sobre saúde e doação de órgãos para diversos lugares.

Sob as luzes da ribalta, toda a magia do teatro é usada para tocar a platéia com suas nuances de cores, melodias, textos suaves, vestuários, danças e muita emoção, que nos levam do riso à mais profunda reflexão.Tudo isso para falar de renascimento, qualidade de vida, conscientização, reconstrução e levar esperança, vida e cura para as pessoas, incentivando e falando sobre a preciosidade e importância da saúde (física e emocional) e mostram que carregamos em nosso corpo oito vidas.
Northon e sua esposa Kely, começaram um espetáculo em 2007 :  “Começar Outra Vez", que aborda a importância do diálogo em família, para que haja a doação.
Depois veio a peça: “Diário de uma Paixão”, um romance divertido e consciente que fala sobre a prevenção e tratamentos da Cistite Intersticial.
E uma outra peça, “O Pequeno Grande Doador", que aborda o tema, foi baseado no livro com o mesmo nome, escrito por Fabrício Correia e ilustrado por Maurício de Souza.
Nesta última, Kely fez a adaptação para o teatro, com o intuito de ajudar e explicar a importância da doação de medula óssea para crianças de 06 a 12 anos.

Agora uma novidade em primeira mão!

Em breve (ainda em 2018), haverá a estréia de: “Doces Lembranças", onde a talentosa Kely, após 10 anos de sucesso com a primeira parte da história com Northon sobre o transplante (com a peça "Começar Outra Vez"), interpreta agora um texto inédito, de sua autoria, onde falará sobre o tema da segunda parte da história: A Hepatite.

Ao receber a doação de um coração, Northon teve 4 anos de vida ao lado de sua família, porém com a descoberta tardia da hepatite, veio a falecer em Dezembro de 2007.
Com essa triste experiência, nasceu o texto e a peça.
A história fala de superação, romance e a doença.
Nos mostra a diferença entre pessoas que fazem exames preventivos e as que não fazem.

Outro evento importante é a peça: “Algo extraordinário: Vida! Um coração que também era meu", onde através de um texto poético, ela conta como foi a espera pelo coração de Northon, o pós-operatório e os cuidados para uma vida com qualidade, abrangendo toda a família,
Na peça, também é apresentado um vídeo com pessoas que conseguiram, e outras não, uma doação de órgãos. Nele, tem o Northon junto à família da pessoa que doou o coração, em um bate papo familiar e com um profissional de saúde. Ao contar sua história, neste vídeo que é exposto ao final das peças, Kely fica à disposição da platéia para perguntas sobre transplante, hepatite, superação e curiosidades sobre ele.

As peças teatrais do Instituto Renascimento, foram escritas e produzidas para serem exibidas desde teatros com os mais altos recursos, até em locais mais humildes com escassez destes, como por exemplo, presídios e comunidades carentes.
A informação é levada a todos os lugares.

Detalhe:
- Em alguns lugares, é oferecido gratuitamente testes de hepatite, com diagnóstico feito na hora, realizado por profissionais de saúde.
Caso a pessoa precise de tratamento, a instituição já providencia tudo.
Os testes são realizados em parceria com instituições sérias e conceituadas na área da saúde.
Conhecimento, prevenção, tratamentos de doenças - essas são as informações transmitidas pelo Instituto Renascimento e com isso, sonhos e esperanças são restaurados!
Seja um doador do Instituto Renascimento, pois as atividades geram custos básicos para serem realizadas.

Você, sua empresa, sua família, farão parte de um belo projeto, que agrega valores culturais, sociais e de saúde.

Maiores informações sobre as peças, doações, etc..

Contato: Kely Nascimento

Hoje, a peça “Começar Outra Vez" continua, mas agora com o ator e produtor Robson Vellado dividindo o palco.
Super recomendo!

E, para finalizar essa matéria tão importante e inspiradora, cito aqui frases dos próprios autores dessa comovente e emocionante história de amor:

“Todo mundo tem problema, mas dá pra doar.”
Northon Nascimento – Setembro de 2007

“As mudanças em nossas vidas acontecem quando algo extraordinário explode diante dos nossos olhos e faz com que o quadro da nossa história tenha novas cores abrupta e inesperadamente.”
Kely Nascimento

Adriana Oliveiras


Kely Nascimento com Northon Nascimento em 2007
Kely Nascimento e Robson Vellado em 2017



Northon Nascimento e Kely Nascimento com a família do doador








Robson Vellado, Adriana Oliveiras e Kely Nascimento


Muito feliz e emocionada ao assistir a peça


ONG Amor Rosa que cuida de mulheres com câncer









Bonecas vendidas no Instituto Renascimento







sexta-feira, 13 de julho de 2018

Aerografia, a arte das ruas

  

Não há quem nunca tenha visto e admirado uma bela pintura feita em muros da nossa cidade, painéis, cenografias, escolas ou estabelecimentos comerciais, como também belos desenhos feitos em capacetes, motos, carros, grandes painéis de propagandas e por aí afora. Algumas pinturas são tão perfeitas que até se passam por banners ou fotos ampliadas por quem olha rapidamente, pois as mãos dos profissionais estão cada vez mais aptas para a perfeição de seus trabalhos.

Sua contribuição para o embelezamento das ruas das cidades cosmopolitas é notória e cada vez mais presente, pois muros, fachadas e portas de estabelecimentos comerciais e residências privadas, viram verdadeiras e gigantes telas, proporcionando exposições a céu aberto em diversos pontos da cidade. Seu colorido habitual, contrasta diretamente com o visual sóbrio de cidades como São Paulo (entre outras), proporcionando muito mais alegria e bem-estar, ingredientes fundamentais no combate ao estresse.

Essa arte hoje é muita valorizada pelo mundo, e existem galerias que expõem esses trabalhos que são comparados a pinturas feitas com pincel e atualmente seu reconhecimento e remuneração são bem significativos. 

A Aerografia foi se difundindo lentamente, pois muitos artistas, mais tradicionais e conservadores, a achavam muito “mecânica”, devido à utilização do aerógrafo e não de um pincel tradicional, por exemplo.

Ela foi fundamental para retoques fotográficos, mas com a computação gráfica atual, seu valor foi notório no campo das artes onde os artistas podem expandir sua criatividade em diversos tipos de superfícies.

Alguns grafiteiros também trabalham com o aerógrafo e isso lhes dá maiores possibilidades de expansão e detalhismo em seus trabalhos. 

Pesquisando sobre o assunto que é super interessante e instigante achei um pouco de sua história, a qual segue abaixo:

A Aerografia é uma técnica de pintura e ilustração. Por ser uma técnica de difícil execução, que depende tanto do artista quanto da qualidade dos equipamentos para aplicá-la, exige grande preparo do profissional ou estudante de arte. Os resultados, porém, costumam compensar a dificuldade por se revelarem muito belos. Utiliza-se, nessa técnica, um instrumento chamado aerógrafo (airbrush em inglês), conectado a um compressor de ar. Executa-se pinturas através da pressão do ar, criando jatos de tintas. Estudiosos da arte dizem que o conceito de aerografia surgiu na Pré- História, quando homens da caverna atiravam pigmentos (tinta) através de tubos derivados de osso de animais. O moderno aerógrafo foi inventado em maio de 1878, pelo americano Abner Peeler. Três anos mais tarde, em 1881, Peeler vendeu os direitos de sua invenção para Liberty Walkup por US$ 700 (setecentos dólares). Em 1883 surgiu a Rockford Air Brush Company, fundada por Walkup para fabricar o primeiro aerógrafo e comercializá-lo ao mundo.
                                                  
E para ilustrar essa arte, deixo aqui a indicação de um excelente artista do ramo.O artista Fernando Pow, de Osasco – SP, tem seus trabalhos na mídia, ministra cursos, e faz aerografia em painéis para diversas ocasiões em paredes, outdoor e telas. Atende todo Brasil.  
                   
Veja alguns de seus trabalhos aqui

Contato: Fernando Pow
Instagran: Fernando.pow
Facebook: Fernando Pow Artes 
Tels.: (011) 98334-7545 TIM/Whatsaspp

Aerografia, uma arte cada dia mais presente em nossas ruas, surpreende e enche os olhos, encanta nossa alma e se aloja em nossos corações!

Adriana Oliveiras                                                                                                 

Fernando Pow


Trabalhos


















                                                                                                  

terça-feira, 10 de julho de 2018

6º Ano do São João do Brás


Que tal um passeio bem bacana em clima de festa Julina?
Te convido a conhecer e levar toda a família para esse evento que reúne muita arte, cultura, música, gastronomia, moda, decoração e tudo em clima de festa de São João!
Entrada franca!
Aproveite e bora lá festejar!

Adriana Oliveiras

Feira de Artes São João do Brás (Calendário Oficial de Festa junina/ julina de SP/MINC.) 6º Ano.
Data: 22/07/2018
Largo da Concórdia – Brás (Na Praça  em frente ao metrô)
Horário: das 14 às 22h

Espaços para gastronomia (barracas e trucks), artesanato, moda e decoração.

Realização: OSCIP NOVO BRASIL e apoio de produção  do INSTITUTO CIDADES SAUDÁVEIS.

Maiores informações: Marcelo Goodhead
Tels.: (011) 96673-5386 / (011) 2203-8030

Repujado ou Latonagem, verdadeiros ícones de pura arte!



Repujado é uma técnica muito antiga originária da Europa, derivante dos ícones (imagens religiosas pintadas na madeira) que eram expostas aos fiéis que acendiam velas muito próximas as imagens, e com isso a fumaça manchava as pinturas. Com esse fato os próprios fiéis tiveram a ideia de cobrir as imagens com placas de metais, que a principio eram confeccionadas com ouro e prata e continham relevos que mostravam as dobras dos mantos, coroas e adornos, sendo que a pintura original ficava somente nos rostos, mãos e pés.  Com isso as molduras começaram a virar verdadeiras obras de arte e a técnica começou a surgir e com ela muitos artesãos. No começo a técnica recebeu o nome de “Riza”. Os Russo americanos a chamavam de “Oklad” e mais adiante veio o nome que ficou conhecido internacionalmente como ”Repujado” que significa: Repujar(do lat. "repulsare").

Trabalhar uma chapa metálica com instrumentos, fazendo com que o desenho fique em relevo. Também se aplica ao trabalho feito em outros materiais como o couro.

No Brasil também é conhecido como “Latonagem” e erroneamente “Prata Boliviana” que na verdade o que se chama prata é a pátina que deixa a cor de prata envelhecida na peça.  Na França é “Repousse”, nos Estados Unidos “Embossing metal” ou Repujado mesmo. Os Celtas e Etruscos foram os primeiros a fazerem intercâmbios comerciais e bronze repujado (700-500 A.C). Também os Egípcios, Astecas, Maias, Celtas, Fenícios, Gregos e Romanos já faziam suas próprias técnicas usando os metais com fins artísticos. Essas técnicas foram evoluindo e as peças começaram a ter valores incalculáveis. Atualmente é muito comum os arqueólogos encontrarem coroas adornadas com lâminas em metal precioso, como também utensílios e objetos destinados a cultos, além de mascaras. A dinastia “Tang” no Oriente Médio usava ouro e prata trabalhados com relevo para adornar pentes para cabelo e outros objetos.

A técnica antigamente era muito elaborada e variada, ficando muito popular na Europa. Foi utilizada por muitos anos e depois foi esquecida. Voltou no século XX na Europa (onde nasceu) e na França começou toda indústria ao redor da Técnica, contudo os ícones não eram mais confeccionados e a arte começou a ser feita em objetos de decoração. Criou força na Espanha e México e se expandiu para o mundo, principalmente em vários países latinos e Europeus. Atualmente o Repujado é feito em metais variados como ouro, prata, estanho, cobre, bronze e alumínio. É aplicado em vários objetos como quadros, bandejas, caixas, bijuterias, garrafas, copos, espelhos, molduras, castiçais e muitos outros que viram peças com alto requinte e beleza.

E para ilustrar essa arte, deixo aqui a indicação de uma excelente artista do ramo. A artista Mary Marcondes, de Campinas – SP, tem seus trabalhos na mídia (TV e revistas), faz workshops, comercializa os produtos, ministra aulas e vende para todo o Brasil.

Veja alguns de seus trabalhos aqui.

Contato: Mary Marcondes
E-mail: marizilda1@gmail.com
www.marymarcondes.blogspot.com
www.repujadomarymarcondes.blogspot.com
Facebook: Artes Mary Marcondes
Telefones: (019) 3327-2725 / (019) 98126-8969  TIM/Whatsapp

Depois de finalizadas, as peças transformam-se em verdadeiras obras de pura arte, sofisticação e beleza, onde cada uma nos faz relembrar dos ícones de cada artista!

Adriana Oliveiras

Mary Marcondes


Adriana Oliveiras e Mary Marcondes


Programa A Vida é uma Arte


Trabalhos